Já ouviu falar?

Quando pensa nisso, o que vem a sua cabeça?  

Tem a ver com advocacia? Direitos?

O que isso tem a ver comigo?

Advocacy é um termo, em inglês, que indica ações de pessoas ou de um grupo que busca a solução de um problema ou aprimoramento de uma política pública. É utilizado como sinônimo de defesa e argumentação em favor de uma causa. É um processo de reivindicação de direitos que tem por objetivo influir na formulação e implementação de políticas públicas que atendam às necessidades da população.

Na APAE DE SÃO PAULO, o Advocacy é a arte de investigar e diagnosticar problemas enfrentados pelas pessoas com deficiência intelectual e seus familiares e propor soluções sustentáveis e responsáveis, através de meios legais e éticos; desenvolver ações políticas, estrategicamente planejadas, para sensibilizar e influenciar os tomadores de decisão a promoverem as transformações necessárias para o público envolvido.

Por que o Advocacy é importante?

Os serviços oferecidos pela APAE DE SÃO PAULO às pessoas com deficiência intelectual e suas respectivas famílias têm como princípio norteador a inclusão social. Contudo, ainda há muitas barreiras a serem superadas.

New Spotlight

Muito mais do que lograr a discussão, formulação ou implementação de políticas públicas realmente necessárias à população com deficiência intelectual, o Advocacy modifica a própria democracia. Ao ampliar a participação e representatividade desse grupo, muitas vezes excluído dos processos políticos decisórios e assegurar que os direitos desses indivíduos sejam garantidos, o Advocacy fortalece a democratização da própria sociedade.

Com o aumento do poder de ação da sociedade civil e maior participação cidadã nos processos de tomada de decisão, é consolidada, assim, uma cultura política mais democrática, transparente e participativa.

Como exercer o Advocacy?

O modo como o advocacy ocorre varia conforme as possibilidades presentes no contexto político em que cada grupo se insere. Cada país, por exemplo, possui sua própria legislação quanto à participação popular na formulação de políticas públicas, limitando ou aumentando os meios pelos quais os cidadãos podem, legalmente, colaborar para a modificação das leis do Estado.

Alguns exemplos da realização de Advocacy na APAE DE SÃO PAULO são:

  • Pressão junto a tomadores de decisão;
  • Participação institucional (em conselhos, comitês, fóruns, campanhas cívicas);
  • Educação de grupos de interesse;
  • Propostas de modificação nalegislação.

Ainda tem dúvidas? Para saber mais, entre em contato: (11) 5080-7095.

Autores

Equipe do Serviço de Adocacy da APAE DE SÃO PAULO.